MAIs • Mulheres Agricultoras em Territórios do Interior

MAIs trabalho de campo

Nos dias 02, 03 e 04 de agosto realizaram-se visitas de campo nos concelhos de São Pedro do Sul e Sabugal.
A equipa do Projeto MAIs – Mulheres Agricultoras arregaçou as mangas e trabalhou nas explorações agrícolas com as mulheres agricultoras destas regiões, com o objetivo de conhecer de perto os seus saberes e práticas agrícolas, bem como as suas histórias de vida.
A equipa dividiu-se em pequenos grupos e visitou seis explorações agrícolas diferentes.
Em São Pedro do Sul foram visitadas duas explorações agrícolas e duas explorações agropecuárias, enquanto que no Sabugal foram visitadas duas explorações agropecuárias devido à extensão do território.
São regiões, realidades e dinâmicas bastante distintas. Nestes dias árduos, gratificantes, cheios de partilhas e aprendizagens acrescentaram-se valências essenciais para a continuidade do projeto.

O sentimento foi de missão cumprida e a despedida um até breve!

S. Pedro do Sul

podemos ver a Cristina Bandeira da equipa do projeto a preparar a terra para semear o nabal

agricultora mostra à equipa como colhe o alimento para o gado

apanha de tomates (tipo cherry e coração de boi) na estufa da agricultora

aprendemos a identificar quando as cebolas estão prontas a ser colhidas e conhecemos o processo que é feito até estas estarem prontas para consumo. A agricultora explicou que quando a planta da cebola começa a formar flores, significa que a cebola parou de crescer, ou seja, a cebola deve ser colhida quando a folhagem verde cair se não houver flores

na apanha do feijão a agricultora explicou o processo de secagem

ajudamos na plantação de couves, colocando as plantas provenientes do viveiro da agricultora nos regos que ela ia abrindo

auxiliámos a agricultora na colheita de folhas de couve para alimentação dos animais, nomeadamente galinhas e porcos

ajudámos no corte de mato tendo como objetivo a limpeza dos terrenos da agricultora

contribuímos para a recolha do mato e ervas que serviram depois para colocar nos currais, como cama para os animais

em Covas do Monte é muito provável que nos cruzemos com animais enquanto percorremos as ruas desta aldeia. Neste local existe um rebanho comunitário, em que as responsabilidades do pastoreio do gado são divididas entre os habitantes da aldeia

Sabugal

visita às duas explorações agropecuárias do sabugal

as vacas eram da raça limousine e como a imagem demonstra vivem com muito espaço e liberdade

os cães também têm um papel importante nas tarefas diárias de conduzir e proteger o rebanho

Pin It on Pinterest

PT
FINANCIADO POR:
CONTACTOS

MAIs2020PV@gmail.com |

PROMOTOR E PARCEIROS
Copyright © 2021 MAIs - Mulheres Agricultoras em Territórios do Interior | Politécnico de Viseu